• Entrada
Domingo XXVIII do Tempo Comum | Ano C

Homilia no XXVIII Domingo Comum C 2016

Confiança, fidelidade e gratidão são os movimentos do coração que nos aproximam de Deus e nos conduzem à salvação! “Mesmo se às vezes não Lhe somos fiéis, Ele é sempre fiel” e, com a Sua misericórdia, o Senhor não se cansa de nos estender a mão, para nos erguer e encorajar a retomar o caminho, a voltar para Ele e confessar-Lhe a nossa fraqueza, a fim de que nos dê a sua força.

Continue a leitura

Domingo XXVI do Tempo Comum | Ano C

Homilia no XXVI Domingo Comum C 2016

Um pobre chamado Lázaro e um rico que nem nome tem. Ambos chegaram ao fim da vida degradados: um pela miséria, outro pela riqueza. Mas nem Lázaro se salvou por não ter nada, nem o rico se condenou por ter muito. O problema é quando o que sobra em riquezas falta em compaixão.

Continue a leitura

Domingo XXVII do Tempo Comum | Ano C

Homilia no XXVII Domingo Comum C 2016

“Com Maria, renovai-vos nas fontes da alegria”. É este o lema que nos guia, neste novo ano pastoral. Somos chamados a procurar as fontes da alegria, para podermos aumentar, alimentar e fazer crescer a nossa fé, que é sempre pequenina, como uma semente, e é dada aos que são pequeninos ou se sentem pequeninos diante do Senhor.

Continue a leitura

Domingo XXV do Tempo Comum | Ano C

Homilia no XXV Domingo Comum C 2016

Neste início do ano pastoral, a Liturgia da Palavra vem recordar-vos a palavra-chave, na relação com Deus, nosso sumo e único Bem, e na justa relação com os bens deste mundo: a fidelidade. “A fidelidade no tempo é o nome do amor; de um amor coerente, verdadeiro e profundo a Cristo”!

Continue a leitura

Mais artigos...

Leituras do dia

  • Terça-feira, dia 19 de Junho de 2018 : Livro de 1º Reis 21,17-29.
    Depois de Nabot de Jezrael ter sido assassinado, por não querer vender a sua vinha ao rei Acab, o Senhor dirigiu a palavra ao profeta Elias, o tesbita, dizendo: «Levanta-te e vai ao encontro de Acab, rei de Israel, na Samaria. Ele encontra-se na vinha de Nabot, aonde foi para tomar posse dela. Fala-lhe deste modo: "Assim fala o Senhor: Mataste e agora roubas. Por isso, assim fala o Senhor: No mesmo local em que os cães lamberam o sangue de Nabot, hão de lamber também o teu"». Acab disse a Elias: «Conseguiste apanhar-me, ó meu inimigo». Elias respondeu: «Sim, apanhei-te, porque te vendeste para fazer o que desagrada aos olhos do Senhor. "Farei cair a desgraça sobre ti", diz o Senhor, "acabarei com a tua descendência, exterminarei todos os varões da casa de Acab, escravos ou livres em Israel. Farei à tua casa o que fiz à casa de Jeroboão, filho de Nebat, e à casa de Baasa, filho de Aías, porque provocaste a minha indignação e fizeste pecar Israel". O Senhor falou também de Jezabel, dizendo: "Os cães devorarão Jezabel, junto às muralhas de Jezrael". Os da família de Acab que morrerem na cidade serão devorados pelos cães e os que morrerem no campo serão comidos pelas aves do céu. Não houve ninguém que procedesse tão perversamente, como Acab, incitado por Jezabel, sua mulher, para fazer o mal aos olhos do Senhor. Procedeu de modo abominável, prestando culto aos ídolos, como faziam os amorreus, que o Senhor expulsara diante dos filhos de Israel». Quando Acab ouviu estas palavras, rasgou as vestes, cobriu-se de saco e jejuou. Dormia envolvido no saco e andava abatido. Então o Senhor dirigiu a palavra a Elias, o tesbita, dizendo: «Viste como Acab se humilhou diante de Mim? Porque se humilhou na minha presença, não o castigarei durante a sua vida, mas no tempo do seu filho farei cair a desgraça sobre a sua casa».
  • Terça-feira, dia 19 de Junho de 2018 : Livro de Salmos 51(50),3-4.5-6a.11.16.
    Compadecei-Vos de mim, ó Deus, pela vossa bondade, pela vossa grande misericórdia, apagai os meus pecados. Lavai-me de toda a iniquidade e purificai-me de todas as faltas. Porque eu reconheço os meus pecados e tenho sempre diante de mim as minhas culpas. Contra ti pequei, só contra ti, fiz o mal diante dos teus olhos; por isso é justa a tua sentença e recto o teu jul Desviai o vosso rosto das minhas faltas e purificai-me de todos os meus pecados. Meu Deus e meu Salvador, livrai-me do sangue derramado e a minha língua proclamará a vossa justiça.
  • Terça-feira, dia 19 de Junho de 2018 :
  • Terça-feira, dia 19 de Junho de 2018 : Evangelho segundo S. Mateus 5,43-48.
    Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Ouvistes que foi dito: "Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo". Eu, porém, digo-vos: Amai os vossos inimigos e orai por aqueles que vos perseguem, para serdes filhos do vosso Pai que está nos Céus; pois Ele faz nascer o sol sobre bons e maus e chover sobre justos e injustos. Se amardes aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem a mesma coisa os publicanos? E se saudardes apenas os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não o fazem também os pagãos? Portanto, sede perfeitos, como o vosso Pai celeste é perfeito».