Imprimir

Homilia no V Domingo Comum B 2009 - Homilia na Missa com Crianças

Escrito por Pe. Amaro Gonçalo . Publicado em Homilia da Semana

Homilia na Missa com Crianças

– 5º Domingo do Tempo Comum B

 

1. Por que morrem os bons? Eis uma pequena história: (cf. «O canto do pássaro, pág,54)

O Pároco da aldeia visitava, certo dia, uma paroquiana sua muito idosa... E a boa da velhinha, então, lhe perguntava, enquanto os dois tomavam um café: “Por que é que Nosso Senhor nos manda, tantas vezes, estas epidemias desastrosas e catastróficas?”

Bom, respondeu-lhe o Padre, é que as pessoas se tornam, com frequência, tão malvadas que devem mesmo ser eliminadas. Então Deus permite que aconteçam os desastres e as doenças.”

Mas nada convencida, a velhinha protestou: “Mas, nestas ocasiões, morrem os Bons também!”

“Sim, explicou-lhe o Padre, os Bons morrem também, porque o Senhor os chama para serem testemunhas; pois todos devem ter um julgamento justo!

Moral da história: O Crente Fanático encontra sempre uma resposta para tudo!

2. Poderíamos também nós perguntar a Jesus, porque sofrem os bons?

Porque sofremos todos? Porque sofrem mais uns que outros? Porque não sofrem mais os maus ou só os maus? Jesus não nos responderia com um discurso. Muito menos nos falaria de castigo. No Evangelho de hoje Jesus mostra-nos como se relaciona com os doentes:

a) Falaram-lhe dela (da sogra de Pedro que estava com febre) e Jesus aproximou-se, interessou-se. Ofereceu companhia, compaixão. Não fechou os olhos;

b) Tomou-a pela mão; tocou-a; não teve medo do contágio; usou de toda a sua força e de toda a sua ternura.

c) E levantou-a. Fê-la olhar para cima, ter esperança. Erguer-se. Sair da sua dependência.

3. São estes gestos (proximidade, compaixão, apoio) que falam por si. Com estes gestos Jesus estava a dizer ao doente:

a) que não deixou de ser amado. E isso é o que realmente conta na nossa vida.

b) Que não é pior do que nós, nem castigado por ninguém, pelo facto de estar doente. Que é igual a nós. Que juntos caminhamos de mãos dadas. Que também Ele sofre connosco.

c) Que vale mais estar doente e sentir e descobrir o amor dos outros do que ter saúde e não conhecer a alegria do amor e a companhia dos amigos.

4. Esta Semana ocorre o Dia Mundial do Doente (11 de Fevereiro).

Vamos ter um gesto para com um doente (uma rosa, uma visita, uma prenda... uma oração em conjunto)... Um gesto (de proximidade, de ternura, de compaixão, de amizade) vale mais do que muitas palavra. A graça (do amor, dos amigos, de Deus) vale mais do que a Vida! Foi por isso que Jesus sofreu por nós. E, ao dar a vida por nós, ao ressuscitar na Cruz, respondeu a todas as nossas perguntas.

 

Comente e partilhe

Share on Myspace