Homilia no II Domingo de Advento B 2008

Monições para a Celebração do II Domingo de Advento B 2008

Entrada: Depois de acesa uma luz de vigia, a Palavra de Deus desafia-nos agora a acender uma luz de presença, na palavra e no gesto da consolação, que recebemos de Deus, para incendiar no coração dos irmãos. No caminho, guiados para a intensa luz de Cristo, entrelaçamos as velas com o cordão da unidade, do amor e da Paz. E rezamos, de coração ferido e consolado:

ORAÇÃO AO ACENDER AS LUZES DA COROA DE ADVENTO B

Senhor, estamos, de novo, diante de Ti,
e a luz cada vez mais intensa destas velas
faz-nos sentir, que nunca estamos sós!

Tu vens até nós,
e acendes, no nosso coração, recolhido,
a luz intensa do Teu imenso amor,
que nos enche e preenche a todos,
de serenidade, de alegria e de Paz.

Tu és uma luz de presença,
não és uma luz intermitente,
porque nos guias hoje e sempre,
no meio de qualquer escuridão ou tristeza,
ou quando atravessamos o deserto da solidão.

O laço, que agora une estas velas,
é o sinal luminoso daquela fé, que actua pelo amor,
e se faz luz de presença,
luz de consolação e de esperança,
nos corações, feridos de solidão.

Oh Jesus, que nós procuremos menos
ser consolados que consolar!
Que, pela doçura da nossa palavra,
pela ternura da nossa companhia,
cheguem aos mais tristes e sós,
a luz e a alegria da tua consolação!

Cântico: O Senhor vem e não tardará

ImprimirEmail