• Entrada
Domingo XII do Tempo Comum | Ano C

Homilia no XII Domingo Comum C 2016

A meio do jogo, Jesus faz duas perguntas à seleção dos discípulos, aos Doze que estavam a sós com Ele. A primeira pergunta «Quem dizem as multidões que Eu sou?»... destina-se a saber o que dizem os jogadores de bancada, os comentadores da «jogada» ou os fazedores de opinião.

Continue a leitura

Domingo X do Tempo Comum | Ano C

Homilia no X Domingo Comum C 2016

E não param as obras... de misericórdia! Jesus irrompe no cortejo dos que se ocupam de sepultar os mortos e dedica-Se a consolar aquela triste viúva, que acaba de perder o seu filho único, e, portanto, todo o seu viver.

Continue a leitura

Domingo IX do Tempo Comum | Ano C

Homilia no IX Domingo Comum C 2016

Ainda no rescaldo da Festa da Eucaristia, estas palavras do centurião inspiram e recordam-nos o nosso ato de humildade, diante do convite, que nos é feito, para participar no banquete de Cristo (cf. IGMR 84). Respondemos sempre: “Senhor, eu não sou digno que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo”.

Continue a leitura

Mais artigos...

Leituras do dia

  • Sexta-feira, dia 1 de Julho de 2016 : Livro de Amós 8,4-6.9-12.
    Escutai bem, vós que espezinhais o pobre e quereis eliminar os humildes da terra. Vós dizeis: «Quando passará a lua nova, para podermos vender o nosso grão? Quando chegará o fim de sábado, para podermos abrir os celeiros de trigo? Faremos a medida mais pequena, aumentaremos o preço, arranjaremos balanças falsas. Compraremos os necessitados por dinheiro e os indigentes por um par de sandálias. Venderemos até as cascas do nosso trigo». Diz o Senhor Deus: «Eis o que há-de acontecer naquele dia: Eu farei que o sol se ponha ao meio-dia e em pleno dia escurecerei a terra. Mudarei em luto as vossas festas e em lamentações os vossos cânticos. Porei o cilício em todos os flancos e tonsura em todas as cabeças. Imporei luto como por um filho único e o seu fim será como um dia amargo». «Dias virão – diz o Senhor Deus – em que mandarei a fome sobre a terra: não será fome de pão, nem sede de água, mas fome de ouvir a palavra do Senhor. Irão cambaleando de um ao outro mar, irão sem rumo do Norte até ao Oriente, à procura da palavra do Senhor, mas não a poderão encontrar».
  • Sexta-feira, dia 1 de Julho de 2016 : Livro de Salmos 119(118),2.10.20.30.40.131.
    Felizes os que observam as ordens do Senhor e O procuram de todo o coração. De todo o coração Vos procuro, Senhor, não me deixeis afastar dos vossos mandamentos. A minha alma suspira por cumprir sempre a vossa vontade. Escolhi o caminho da verdade e decidi-me pelos vossos juízos. Vede como amo os vossos preceitos: fazei-me viver segundo a vossa justiça. Eu abro a minha boca e aspiro, porque estou ávido dos vossos mandamentos.
  • Sexta-feira, dia 1 de Julho de 2016 :
  • Sexta-feira, dia 1 de Julho de 2016 : Evangelho segundo S. Mateus 9,9-13.
    Naquele tempo, Jesus ia a passar, quando viu um homem chamado Mateus, sentado no posto de cobrança dos impostos, e disse-lhe: «Segue-Me». Ele levantou-se e seguiu Jesus. Um dia em que Jesus estava à mesa em casa de Mateus, muitos publicanos e pecadores vieram sentar-se com Ele e os seus discípulos. Vendo isto, os fariseus diziam aos discípulos: «Por que motivo é que o vosso Mestre come com os publicanos e os pecadores?». Jesus ouviu-os e respondeu: «Não são os que têm saúde que precisam do médico, mas sim os doentes. Ide aprender o que significa: ‘Prefiro a misericórdia ao sacrifício’. Porque Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores».